svg
Close

By JCarita 20 Nov. 2020 In Sem categoria

Cidade sob pouca luz

Entre o dia e a noite aproveite os tons azuis para captar paisagens urbanas inspiradoras.
Acidade nunca dorme…
E o crepúsculo é uma altura mágica, pois é quando o sol se põe totalmente atrás do horizonte mas
os raios de luz ainda se espalham para a atmosfera acima. O céu
tem um tom azul; combiná-lo com
as luzes irregulares das vistas faz com que consiga uma fotografia fantástica. A duração do crepúsculo varia consoante o local e a altura
do ano, mas geralmente demora
entre 30 minutos a uma hora.
Ao fotografar sob pouca luz, tem de considerar vários pontos. Levar um tripé é obrigatório, pois vai querer evitar a vibração da câmara, e um disparador remoto também pode ser útil. Se não tiver um, sugerimos que use o temporizador da câmara. Pense também na segurança. Não esteja perto de estradas com movimento sem vestuário de alta visibilidade,
e certifique-se de que o tripé não está no caminho de veículos e pessoas.
SABEDORIA URBANA
O timing importa
Acerte a sua foto com o movimento do tráfego. Espere que os autocarros passem, pois
as luzes altas
são eficazes.
Deixe espaço na composição para carros e autocarros entrarem na foto.
Três dicas para fotografar ao anoitecer:
1 Luzes em movimento
Carros, autocarros, bicicletas e até
pessoas estão sempre a passar na cidade. Pode usar estes movimentos quando a luz começa a fraquejar para adicionar interesse às fotos. Se vai captar luzes
em movimento, mantenha a distância.
2 Velocidade de obturação
Coloque a câmara no modo Manual
para ter controlo total. Pode ser difícil calcular o tempo de exposição exato, por isso comece por subexpor a cena em
um terço de um stop. Verifique o histograma e calcule se precisa de mais ou menos luz.
Arrefecer a imagem
3
para realçar as cores da cena com pouca luz. Se quer que a imagem tenha um tom azul frio, defina o equilíbrio de brancos para Tungsténio. E é melhor fotografar em Raw para ter mais opções na fase de edição.
Brinque com o equilíbrio de brancos

Leave a reply